Skip to main content
6 Melhores práticas para proteger sua senha de email

6 Melhores práticas para proteger sua senha de email

Dada a crescente sofisticação das ameaças modernas para acessar contas de emails, se você usar email para negócios é bom estar frequentemente pensando e discutindo sobre tecnologias e estratégias de ponta para proteger senhas de emails, suas redes, servidores e provedores, especialmente porque há uma evolução altamente distribuída nos dias atuais.

Os esforços devem ser diários para manter a ciber-segurança atualizada, e isso não se resume a algo muito simples como criar senhas fortes e usar emails temporários – é preciso mais que isso. Continue lendo para entender…

Promovendo segurança de senha e dados.

6 Melhores práticas para proteger sua senha do email

As senhas são parte importante da proteção. Todos sabemos que senhas inseguras ou inadequadas são um alvo fácil para criminosos cibernéticos.

Acessar uma rede usando uma senha roubada é muito mais fácil do que tentar invadir protocolos de segurança de ponta.

Os invasores podem descobrir ou ignorar senhas fracas usando ataques de força bruta, injetar credenciais comprometidas para obter acesso a contas de usuário, usando ataques de preenchimento de credenciais ou aproveitar uma série de outras estratégias para seqüestrar contas de usuário para roubar dados pessoais ou corporativos.

O objetivo é promover uma melhor higiene da segurança cibernética, atualizando senhas fáceis de adivinhar ou atualizando senhas mais antigas que podem ter sido comprometidas por alguma violação de dados.

Pense nisso como o equivalente cibernético de testar e substituir os filtros do seu ar condicionado de três em três meses.

Ser diligente em criar senhas fortes e atualizá-las regularmente é a primeira linha de defesa para garantir suas informações pessoais e corporativas.

Manter senhas fortes e ter uma estratégia de senhas que você possa gerenciar facilmente – mas que outras pessoas não podem adivinhar com facilidade – é um esforço essencial de segurança cibernética em que cada funcionário e indivíduo desempenha um papel crucial.

Senhas fracas criam riscos de segurança.

De acordo com o Relatório de investigações de violação de dados da Verizon, 81% das violações utilizaram senhas roubadas ou fracas.

Esse problema é agravado porque um dos maiores riscos à segurança dos dados é a reutilização de senhas nas contas.

Se uma de suas contas for comprometida e seu nome de usuário e senha forem publicados na Dark Web, os cibercriminosos que sabem com que frequência as senhas são reutilizadas simplesmente começarão a conectar essas informações a outras contas possíveis até desbloquear uma que use exatamente as mesmas credenciais.

Esse é um risco comum, pois 83% das pessoas admitiram reutilizar senhas em vários sites.

Mesmo se você achar que é seguro reutilizar senhas em contas que não abrigam dados confidenciais – uma violação pode ser usada como uma porta de entrada para se mover lateralmente pelas redes em busca de dados corporativos críticos ou informações de identificação pessoal (PII).

Também é importante ter em mente a segurança física das senhas. O endereço de email médio no Brasil está associado a mais de 130 contas e serviços.

Com tantas senhas para lembrar, muitos admitiram escrever senhas em pedaços de papel ou manter uma lista de senhas em documentos não protegidos em seus computadores.

Esses itens podem facilmente cair em mãos erradas – estejam simplesmente perdidos ou comprometidos em um ataque de malware.

O que constitui uma senha fraca?

Senhas curtas e simples requerem menos recursos para os hackers se comprometerem.

De fato, os hackers mantêm bancos de dados com as combinações mais comuns de palavras, frases e números pelos quais eles podem executar sua senha para encontrar uma correspondência rápida.

Algumas das senhas mais comuns são nomes de times de futebol, qualquer variante de 123456789 e QWERTY.

Evite usar temas de senha comuns ao criar uma senha, como o seguinte:

  • Datas de aniversários
  • Números de telefone
  • Nomes, incluindo de familiares, filmes e equipes esportivas
  • Ofuscação simples de uma palavra comum (“P @ $ $ palavra”)

Os adversários cibernéticos estão constantemente aprimorando sua tradição para garantir invasões bem-sucedidas, a fim de gerar receita e lucro consistentes.

Se sua senha for descoberta, roubada ou adivinhada, talvez você nunca saiba que isso aconteceu até que compras anômalas apareçam na sua conta bancária.

E ainda mais desafiador, você pode não ser impactado diretamente.

Os dados acessados ​​por meio da alavancagem da sua conta comprometida podem simplesmente ser usados ​​para subir na cadeia alimentar, permitindo que um invasor obtenha acesso a dados e recursos gerenciados por outra pessoa.

A implementação de uma senha forte é uma das maneiras mais fáceis de proteger seu email, seus dispositivos e dados pessoais e corporativos contra essas ameaças cibernéticas.

A regra básica é que, quanto mais longa e complexa for a senha, mais difícil será decifrar. No entanto, a menos que seja feito com cuidado, também pode ser mais fácil esquecer.

as seis melhores práticas para proteger sua senha do email

6 práticas recomendadas para criar senhas seguras.

As senhas são como escovas de dente – você deseja escolher uma boa, nunca compartilhá-la e substituí-la em três ou quatro meses.

A melhor senha é uma senha forte, impossível de esquecer e difícil de adivinhar, mesmo para quem conhece detalhes pessoais da sua vida, como o nome da rua em que você viveu quando criança.

O pior tipo de senha é aquele que todo mundo usa, é facilmente adivinhado ou usa frases e palavras comuns.

Ao criar novas contas ou atualizar senhas bem usadas, lembre-se dessas seis práticas recomendadas para minimizar o risco cibernético baseado em senha.

  1. Para adicionar uma camada extra de segurança, use a autenticação multifator sempre que possível. Isso confirma sua identidade utilizando uma combinação de vários fatores diferentes, como algo que você conhece ou algo que eles possuem, como um gerador de token no seu smartphone.
  2. Nunca repita a mesma senha para contas e serviços diferentes.
  3. Altere sua palavra secreta pelo menos a cada três ou quatro meses. Isso bloqueará os cibercriminosos que possam estar usando sua conta, protegê-lo contra ataques de força bruta e remediar o problema causado por cibercriminosos que compram listas de nomes de usuário e senhas obtidos por violações de dados.
  4. Certifique-se de que ninguém esteja observando enquanto você digita suas senhas.
  5. Seja cauteloso ao baixar arquivos da Internet, pois eles podem conter registradores de chaves e variantes de malware que agarram a senha que comprometem sua senha. Uma boa prática é verificar regularmente a presença de malware em arquivos e nos seus dispositivos.
  6. Use um gerenciador de senhas baseado na nuvem para permitir que você crie e armazene senhas fortes. Isso é especialmente importante se você precisar de senhas fortes para dezenas de contas. As ferramentas de gerenciamento de senhas permitem armazenar com segurança uma lista criptografada de senhas na nuvem que pode ser acessada a partir de qualquer dispositivo. Você não apenas precisará se lembrar de uma senha para acessar seu armário de senhas, como as senhas que você armazena para suas várias contas podem ser ainda mais fortes, porque você não precisa se lembrar delas.

Consulte também:

Revisar riscos mais comuns.

Quando se trata de segurança de senha para acessar contas de emails, serviços online e ferramentas, todos têm um papel a desempenhar na proteção dos dados pessoais e principalmente corporativos.

Se você é parte interessada, deve revisar os riscos comuns de ter senhas fracas na sua organização, bem como lembrar a todos os colaboradores e funcionários as melhores práticas recomendadas para proteção do sistema.

Algumas práticas são simples e podem ajudar os usuários na proteção dos seus dados de forma melhorada, isso com certeza vai minimizar as ameaças internas não intencionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *